Anatomia do Olho Humano

Conhecer a estrutura dos olhos pode ajudar a cuidar melhor deles. Saiba mais.

Os olhos são a janela da alma. A frase, de autoria desconhecida, significa que através deles é possível reconhecer nossas emoções. Mas vai além e revela a importância da visão para o ser humano. Dos cinco sentidos, é o que mais usamos e por anos, representou um mistério para a ciência. Com o avanço da medicina e da tecnologia, foi possível mapear a anatomia dos olhos e entender seu funcionamento. No entanto, isso apenas aumentou o fascínio sobre esse órgão e o desejo de buscar soluções para os problemas oculares. Descubra nas próximas linhas  como é composto e como funcionam seus olhos.    

O olho humano é uma máquina incrível, composta por diversos componentes. Para que a visão aconteça, todas as peças devem, de uma forma sincronizada, desempenhar seus papéis. Confira abaixo todas as partes desta estrutura que possibilita a visão e suas funções.

Olho

Localizados na cavidade ocular, os olhos são um dos mais delicados sistemas do nosso organismo. Por isso, possuem defesas externas para protegê-los de lesões. Além da cavidade óssea do crânio, as pálpebras e as sobrancelhas dificultam a contaminação dos por sujeira e suor. Mas a estrutura é ainda muito mais complexa e surpreendente na parte interior, como veremos a seguir.

Córnea

Responsável por focalizar a luz que chega aos olhos, a córnea está situada na parte de fora do globo ocular. É como se fosse um revestimento transparente que por essa razão, possibilita enxergar a íris e a pupila. Também tem função protetora contra ameaças externas.

Esclera ou esclerótica

A parte branca dos olhos. Responsável por proteger os componentes mais internos. É onde estão situados os músculos extraoculares, encarregados dos movimentos dos olhos.

Conjuntiva

Mais um componente encarregado de proteger nossos olhos contra riscos externos, a conjuntiva também possui a função de lubrificar os globos oculares. Possui duas nomenclaturas: quando reveste a esclera, é chamada de bulbar. Já quando recobre a pálpebra, de tarsal.

Íris

A parte colorida. Controla a entrada de luz nos olhos através do fechamento e abertura da pupila, que fica localizada na sua parte central. A cor do olho é determinada pelo pigmento presente nela. Os tons mais frequentes são castanho, avelã e azul.

Corpo Ciliar

Localizado atrás da íris, o corpo ciliar é o encarregado da formação do humor aquoso, que são fluídos intraoculares. Também é ele que possibilita regular a visão para ver de longe ou perto.

Cristalino

Situado atrás da pupila, possui formato convergente para focalizar a luz que chega até ela e formar imagens na retina. É responsável por regular o olho para o foco e a leitura. Após os 40 anos,  pode perder flexibilidade, uma das causas da presbiopia também conhecida como vista cansada.

Humor vítreo

Também conhecido como corpo vítreo ou vítreo, é um líquido gelatinoso situado entre o cristalino e a retina, no centro do globo ocular – cada olho possui cerca de 4 ml de volume.

Retina

É a parte mais interna do globo ocular e umas das mais importantes. É na retina que se formam as imagens vistas e que são transmitidas, através do nervo óptico, ao cérebro. Possui células sensíveis à luz divididas em cones e bastonetes, responsáveis pela distinção de detalhes e das cores e pela visão em ambientes escuros.

Coróide

Repleta de vasos sanguíneos, a coróide fica localizada entre a esclera e a retina. É uma membrana muito fina que alimenta esses dois componentes com oxigênio e nutrientes necessários.

Nervo Óptico

É ele que faz a conexão entre os olhos e o cérebro, gerando a imagem vista da retina para nosso córtex. É composto por um amontoado de fibras nervosas da retina – é essencial para a visão.

Humor Aquoso

Feito de água e eletrólitos, o humor aquoso fica localizado entre a córnea e o cristalino. É responsável pela nutrição desses componentes e também por auxiliar na regulação da pressão interna do globo ocular.

Mácula

É ela que possibilita a visão de detalhes. É uma estrutura pequena que fica no centro da retina.

Pupila

Localizada na parte central da Íris, a pupila possui um diâmetro ajustável, que regula a entrada de luz no globo ocular.

Todas as partes do globo ocular trabalham de forma sincronizada para que nossos olhos cumpram seu papel. Qualquer alteração em um dos componentes da estrutura provoca reação em todo sistema, causando doenças que podem levar até a perda da visão.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda visitar, pelo menos uma vez por ano, um oftalmologista. A prevenção é a melhor maneira de cuidar da visão. Mantenha sua saúde em dia. Leia também o texto Alimentação e saúde ocular  e descubra outras maneiras de cuidar da saúde dos seus olhos.

ENCONTRE UMA ÓTICA PERTO DE VOCÊ.

Leave a Reply