Síndrome da Visão de Computador

Você já calculou quantas horas passa por dia em frente a uma tela? Computador, tablet, celulares, revolucionaram a vida moderna. Tarefas, que eram às vezes impossíveis e demandavam tempo e esforço, hoje são feitas em minutos e com apenas um clique. Mas essa praticidade também tem efeitos colaterais e um deles é conhecido como Síndrome da Visão de Computador (do inglês Computer Vision Syndrome – CVS ). Dores de cabeça frequentes, visão embaçada, sensação de olho seco são alguns dos sintomas mais comuns. Descubra nas próximas linhas o que já se sabe sobre o assunto e como aliviar seus impactos no dia a dia.

O que é CVS?

Síndrome da Visão de Computador ou CVS ocorre devido ao uso em excesso de telas de computadores, tablets e celulares. Os sintomas incluem fadiga ocular, dores de cabeça, olhos secos e ou vermelhos, visão borrada, irritação, coceira e fotofobia.

Uma nova Síndrome para novos hábitos: a CVS atinge cerca de 90% dos usuários de telas que ficam 3 horas ou mais por dia, segundo o Instituto Nacional de Segurança e Saúde Ocupacional.

A exposição ao computador e aparelhos similares exige mais esforço e agilidade dos olhos para acompanhar as informações da tela, além disso, o ressecamento ocular aumenta porque piscamos menos diante das telas.

Outro conjunto de fatores externos, como iluminação inadequada e má postura, também contribui para o surgimento dos sintomas.

Prevenção e tratamento

A boa notícia é que existe solução. O primeiro passo é procurar um médico oftalmologista para um diagnóstico completo. A partir dos resultados dos exames, dos hábitos e históricos do paciente, o especialista indicará o tratamento mais apropriado.

Algumas recomendações são frequentes como uso de colírio lubrificante para aliviar a sensação de olho seco e a adoção de terapia ocular para auxiliar no foco.

Pequenas mudanças na rotina também trazem resultados para quem busca qualidade da visão:

  • manter os olhos a uma distância de 40 a 70 cm da tela;
  • investir em uma iluminação adequada em sua estação de trabalho para não exigir muito dos olhos;
  • prestar atenção à postura e fazer pausas a cada uma hora de exposição;
  • utilizar protetores ou lentes antirreflexo para filtrar as fontes de luz emitidas pelas telas.

Esses são hábitos simples e saudáveis que podem fazer a diferença para a sua saúde.

Tecnologia x CVS

A Hoya desenvolveu a tecnologia Blue Control, um tratamento antirreflexo para lentes que filtra a luz azul violeta emitida pelas telas de aparelhos eletrônicos, prejudicial para a saúde.

As lentes funcionam como uma barreira, impedindo a luz azul nociva de chegar aos olhos, o que proporciona, além de conforto visual, benefícios como melhora na qualidade do sono, redução das dores de cabeça e diminuição da sensação de cansaço dos olhos.

A tecnologia Blue Control não está restrita apenas a quem precisa usar óculos para corrigir a visão – as lentes oferecem vantagens para qualquer um que deseja proteger os olhos dos efeitos prejudiciais da luz azul, inclusive crianças.

ENCONTRE UMA ÓTICA PERTO DE VOCÊ

Leave a Reply